Início > Peixes > Poecilia reticulata – Guppy

Poecilia reticulata – Guppy

Família: Poecilídeos

Espécie: Poecilia reticulata

Guppy

Nome binomial: Poecilia reticulata (Wilhelm C. H. Peters, 1859).

Nome Popular: Guppy, Barrigudinho, Lebiste, Bandeirinha, Sarapintado, Peixe-Arco-Íris, Guaru-Guaru, Bobó, Rainbowfish, Missionaryfish, Millionenfisch, Buntfleckkaerpfling.

Origem: Brasil, Venezuela, Guiana, Barbados e Trinidade.

Comportamento: Pacífico.

Tamanho adulto: Aproximadamente 4cm (macho) e 6cm (fêmea).

pH: 6,6 a 8,0 (Ideal= 7,2)

Temperatura: 22 a 30ºC (Ideal = 27ºC)

Dimorfismo sexual: Macho: Tem cores no corpo e nadadeiras. Sua nadadeira caudal costuma ser do mesmo tamanho do corpo. Presença do gonopódio. Fêmea: Tem cores somente no pendúculo caudal e nadadeiras.

Alimentação: Onívoro – Tubifex, larvas de mosquito, drosófilas, artêmia salina, dáfnias, infusórios, microvermes, enquitréias, minhocas de jardim, patê, etc.

Aquário recomendado: 40 litros.

Reprodução: vivíparos. Os filhotes se desenvolvem no ventre da mãe.

Habitat: Pequenos riachos, córregos e lagos de diversos tamanhos.

Guppy

Mais informações:

O nome Guppy vem do reverendo inglês Robert John Lechmere Guppy que enviou de uma ilha da América do sul uma amostra diferente deste peixe para o British Museun que deu nome a ele de Girardinus guppyi em homenagem ao reverendo. Hoje é comum se designar o nome destes peixinhos de guppy.

Os guppies não tem nenhum cuidado com suas proles, muito pelo contrário, se não houver local disponível para os filhotes se abrigarem com certeza estes serão literalmente comidos pelos seus pais. É necessário o uso de aquários com bantante plantas, troncos ou outras coisas onde os alevinos recém nascidos possam se esconder ou então usar algum tipo de criadeira (chocadeira).

O guppy é uma espécie vivípara não-placentária. No macho podemos observar com clareza que existe uma diferença na nadadeira anal que é o gonopódio, o órgão reprodutor do macho.

O gonopódio do macho é a modificação da nadadeira anal a qual se torna mais alongada, é formada por nove raios da nadadeira original, tendo uma borla com uma farpa para trás na extremidade do terceiro raio.

Gonopódio

Gonopódio - Vista Ampliada

O período de gestação da fêmea é entre 22 e 28 dias de acordo com a temperatura. Quanto mais calor menos é o tempo de gestação e quanto mais frio maior se torna este tempo.

Uma das caracteristicas mais notáveis sobre as fêmeas, além de sua capacidade de manter tantos filhotes em espaço tão pequeno, é o de que se for cruzada com um macho, ele vai fornecer esperma suficiente para várias ninhadas, sucessivas. Há estudos que mostram que o esperma pode permanecer funcional em dormência no corpo da fêmea por oito meses. Mas se ela vier a cruzar com outro macho, até o quinto dia, os novos filhotes descenderão deste último.

Nascimento dos Alevinos

 

Aos 30 ou 35 dias de idade, os sexos podem ser distinguidos visualmente, pelo desenvolvimento de um corpo maior nas fêmeas e o seu ponto gravídico. O macho começa a mostrar o seu gonopódio e a cor da cauda começa a aparecer nessa mesma época, dependendo da variedade.

A alimentação dos guppies pode ser realizada diversas vezes por dia, de preferência em pequenas porções com um cardápio bem variado incluindo vários alimentos vivos como artêmias, nauplios de artêmia e enquitréias. Hoje já existem boas rações no mercado, especialmente elaboradas para a alimentação de guppies.

Devido a sua grande variedade de cores, facilidade de reprodução e pela sua excelente resistência o guppy é um dos peixes ornamentais mais populares no mundo todo, tornando se uma excelente espécie inclusive para iniciantes no hobby. No Brasil ele foi introduzido como larvófago e até hoje ainda é utilizado em muitos locais inclusive para o controle do mosquito causador da dengue.

Atualmente, existem diversos criadores se dedicando a criação seletiva de guppies, no intuíto de apurar as linhagens existentes. Constantemente acontecem eventos nacionais e inclusive internacionais com exposições de guppies.

Fontes consultadas:
• fishbase.org
• Seriously Fish

Tags:
  1. Nenhum comentário ainda.
  1. No trackbacks yet.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: